Como remover os cravos (pinos) do violão para substituição das cordas

Alguns instrumentos de cordas, como violas e violões por exemplo, utilizam juntamente comas as tarraxas uma espécie de pino (cravo) para fixar as mesmas. Eu precisei substituir as cordas de meu violão mas eu não tinha qualquer tipo de ferramenta para isso. Em sites especializados até encontrei um tal de “removedor de pinos”. Porém decidi tentar sem gastar dinheiro. Pensei em utilizar um alicate de corte, uma chave de fenda ou uma faca, mas não estava nem um pouco disposto a “machucar” a pintura ou o próprio pino (cravo) do instrumento. Foi quando tive a ideia de pegar dois pedaços de linha e fazer dois laços. Um de cada lado.

De preferência a linha a ser utilizada é a de número 10 (em algum momento da minha vida empinei pipa com esta linha). Caso não a tenha, pode ser linha de croche (fina) ou até linha de costura. Esta última pode ser que tenha que reforçar com um fio extra.

Iremos cortar 2 pedaços com cerca de 40 cm cada. Em seguida deve ser feito uma espécie de nó com argola (laço). Caso saiba, o nó corrediço também irá resolver.

Caso precise trocar todas as cordas, já afrouxe e solte todas as cordas das tarraxas.

Os pinos (cravos) ainda no lugar.

Com a corda solta, “lace” o pino com as duas linhas o apertando. As extremidades das linhas devem estar para lados opostos. Quando firme, puxe as duas ao mesmo tempo para cima.

Pino removido. Repare que o mesmo tem um sulco. Local onde a corda fica fixa e com a trava [da corda] para baixo.

Basta puxar a corda. Caso ainda esteja travado, tente puxar a corda a movendo de um lado para o outro. A trava da corda pode estar enroscada.

Acredito que para colocar a corda de volta será fácil, visto que basta fazer o processo inverso.

1 thought on “Como remover os cravos (pinos) do violão para substituição das cordas

  1. A Necessidade é a mãe da Invenção, através de todas as gerações. Ideia simples para a resolução de pequenos problemas que poderiam tornar-se grandes, como você citou – danificar a pintura do instrumento! Valeu!Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *